Sobre Irajá

bairro do Irajá

Irajá é um bairro de classe média do Rio de Janeiro, no Brasil. O bairro é cortado pela avenida Brasil. Atualmente, é um bairro de porte médio, com pouco mais de 100 000 habitantes.

História

O significado da palavra "irajá", segundo Teodoro Fernandes Sampaio, é "o mel brota".
A região de Irajá, como quase todo o território do município do Rio de Janeiro, era habitada pelos índios tupinambás. Nos registros históricos disponíveis, no entanto, não há citação, da existência de aldeia ou tribo indígena com a denominação de ira-ia-já, maduriá ou vocábulo que possa ser a eles semelhantes, tendo Teodoro Fernandes Sampaio se referido ao vocábulo "irajá" e à "abelha maduriá" tendo como base a etimologia do nome de uma localidade homônima no sul do Brasil.

"Irajá" não é o nome original da região. A região entre os deságues dos rios atualmente chamados Irajá e Meriti era chamada, pelos nativos, de Mby-ry-ty, que permanece hoje como Meriti num rio, numa cidade e numa avenida da região. O nome Irajá (ira-ia-já) - "Lugar que dá (faz) mel" teve origem com os índios que ali foram empregados no trabalho dos engenhos de açúcar que, desconhecendo o produto, atribuíam ser semelhante a mel por ser coisa doce. Os primeiros colonos da região, como na antiga cidade de São Paulo, no seu coloquial usavam a "língua geral" compilada pelos jesuítas, motivo pelo qual o nome tornou-se usual.

O Bairro Irajá teve origem na maior sesmaria do Rio de Janeiro, que ia de Benfica, passando por Anchieta, até Campo Grande. Ela foi recebida por Antônio de França em 1568, que, nela, fundou o engenho de Nossa Senhora da Ajuda. Um dos primeiros proprietários de terra da região foi o reverendo Antônio Martins Loureiro, fundador da igreja da Candelária. Ele as recebeu em 2 de abril de 1613. Por sua vez, Gaspar da Costa, em 1613, foi responsável pela construção da capela Barroca de Irajá.

O filho de Gaspar, em 30 de dezembro de 1644, instituiu a paróquia Nossa Senhora da Apresentação de Irajá e, posteriormente, foi seu primeiro vigário.

A paróquia veio a se tornar a igreja Matriz do bairro, confirmada por alvará de D. João IV em 10 de Fevereiro de 1647.

Igreja de Nossa Senhora da Apresentação, em torno da qual foi formado o bairro
Em 1625, o chamado campo de Irajá foi devidamente reconhecido como pertencente à câmara municipal. Em 1775, havia treze engenhos na região.

Durante o século XVII, Irajá foi um centro de abastecimento importante de alimentos e de material de construção. O que pode ser considerado como tradição do mercado local, por abrigar por vários anos a fábrica de cimento branco Irajazinho e o CEASA, importante centro de abastecimento de gêneros alimentícios. Como outras sesmarias, a de Irajá foi desmembrada, moldando o mapa da cidade que hoje conhecemos. Atualmente, o bairro é, essencialmente, um bairro residencial. As famílias tradicionais do Irajá são: Bral, Campos, Gamas, Borges, Matos , Tavares e Esteves.

Transportes

Pode-se chegar ao bairro através do metrô (linha dois), na avenida Pastor Martin Luther King Jr. A estação de Irajá, aberta em 1883 pela E. F. Rio D’Ouro, era situada onde hoje fica a estação de metrô com o mesmo nome. No período entre essas estações, chegou a ser construído no local um prédio que durou por vários anos.

Inaugurada em setembro de 1998, com o processo de expansão do metrô para a baixada Fluminense, a estação Irajá foi construída no encontro das avenidas Pastor Martin Luter King Jr. e Monsenhor Félix, as mais importantes do bairro. É apontada como a futura estação de integração entre as Linhas dois e seis do metrô.

Para homenagear a comunidade de moradores deste maravilho bairro, o Encontra Rio de Janeiro criou o Encontra Irajá na Cidade RJ

Notícias do Irajá

Blog do Guia do Bairro Irajá

Receba notícias por e-mail
Cadastre-se e receba notícias de Irajá por email
 

Dados Principais sobre Irajá

População 101.859 hab. (2006)
Renda média -
IDH -
Subprefeitura Irajá
Região Administrativa Norte
Área Geográfica Norte

Vídeo sobre o bairro de Irajá

 

Mapa Irajá - Ver outros: Mapa Rio de Janeiro

 

Moradores ilustres de Irajá

   

  Sobre o EncontraIrajá
Fale com EncontraIrajá
Anuncie no EncontraIrajá
Cadastre sua Empresa no EncontraIrajá (grátis)
+Seja um Franqueado EncontraBR


Termos EncontraIrajá | Privacidade EncontraIrajá